Avalie este item
  • 0.00 / 5 5
(0 votes)

Poluição Industrial

Reprodução: Sam Jotham Sutharson/Unsplash

Você sabia que hoje é Dia do Controle da Poluição Industrial no Brasil?

Após a Revolução Industrial, o mundo passou a usufruir cada vez mais de recursos naturais e se preocupar menos com o meio ambiente, o que nos leva aos dias de hoje e a nossa preocupação diária com a Poluição Industrial.

Mas o que é a Poluição Industrial?

A Poluição Indústrial vem das atividades industriais e das substâncias somadas no seu processo de fabrico do produto final.

 

As substâncias tóxicas, ou resíduos industriais, são descartadas pelas indústrias em rios, barragens ou na atmofesra.

Um bom exemplo de empresa que já esteve em contato com a poluição industrial é a VALE. Conhecida por ser uma pioneira no ramo da mineiração, a empresa que tem indústrias espalhadas por todo mundo mas apresenta maior preocupação em suas barragens que podem se romper a qualquer momento.

Quais as indústrias menos amigáveis ao meio ambiente?

Em pleno séc. XXI, o petróleo continua a comandar o primeiro lugar do ranking de lugares mais poluentes e prejudiciais ao meio ambiente. Os derramamentos que acontecem quando a plataforma entra em ação acaba por matar muitas vidas marinhas e deixar a água do oceano impossibilitada de uso posterior.

Em segundo lugar vem a Indústria da Moda, como o poluente mais temido por todos. Com uma faixa de 200 anos para se decompor, os poliésters contidos nas nossas roupas são prejudiciais ao meio ambiente porque ao decorrer das lavagens viram microplásticos, e não só.

Sem saber que é possível depositar as roupas em algum container, ou fazer upcycling, acabamos por jogar muitas pessoas fora e gerando muito mais problemas ao meio ambiente que o desejado.

Você sabia?

Na indústria da moda nenhum tipo de componente das nossas roupas são ambientalmente corretos, o que nos leva muitas vezes a comprar uma roupa de algodão orgânico pensando que estamos fazendo o certo, porém, não estamos porque para a fabricação do algodão é necessário mais de 2.700 litros de água.

A quantidade de roupas, feitas por ano, de poliésters equivalem a mais de 700 bilhões de barris de petróleo.

viscose, uma fibra artificil originaria da celulose, requer o derrubamento de mais de 70 milhões de árvores por ano.

E no Brasil, quais medidas são tomadas?

No Brasil temos o Decreto-Lei nº 1.413 de 14 de Agosto de 1975  que consiste em manter um controle sobre a poluição gerada pelas fábricas poluentes com a ajuda dos governantes de cada cidade. Os artigos (6) do decreto, de forma breve, fala sobre a necessidade de haver comprometimento entre o Estado e a empresa em questão.

A poluição industrial não para por aqui!

Com a queima de carvão e petróleo e sem regulamentação necessária várias cidades acabam levando com a poluição atmosférica, como por exemplo: Tóquio, Cidade do México e Nova Iorque, e como é de conhecimento público o que está na atmosfera acaba de certo modo entrando em contato com o solo.

Como o nosso solo tem uma biodiversidade de microrganismos imensurável, após o contato com a contaminação vinda do ar acabam por se perder algumas propriedades tornando-se inutilizável.

Gostaríamos de ressaltar que nem todas as empresas são alvo de preocupação porque estão de acordo com a lei. Contudo, é possível verificar se uma indústria está ou não ambientalmente corretas como: tipo de indústria, matérias primas, processo de fabricação e produto final.

 

O que você faria para remediar essa situação? Há alguma indústria aí na sua região? Deixa nos comentários que ficaríamos satisfeitos em ajudar vocês a saber mais.

Artigo anterior Conheça os benefícios da agricultura familiar e sua importância
Próximo Artigo O Dia de Sobrecarga da Terra chegou mais cedo esse ano

Deixe uma resposta